Saturday, February 22, 2014

Combater a queda de cabelo

O tema «Cabelo» é dos mais sensíveis para mim. Quando me cai um fio é logo um pânico. Volta e meio ia fazendo uns tratamentos contra a queda de cabelo pois quando era mais nova sofri imenso com problemas relacionados com anemia. Como consequência tive sempre a raíz do cabelo muito fraca. Mas, felizmente, nunca cheguei a ter peladas, ou seja, zonas onde o cabelo não cresce. O meu problema é o cabelo não aguentar no couro cabeludo, cai constantemente e depois volta a crescer, o que me faz ter sempre milhões de cabelinhos bebés. Isto que acabei de descrever vocês podem pensar: Mas Cátia isso é o ciclo biológico do cabelo, ele cresce, cai e volta a crescer. O problema é que o cabelo não chega a completar o ciclo e cai antes do tempo.

Fonte: Master Group 

A primeira vez que fiz um tratamento contra a queda de cabelo fui aconselhada na farmácia a utilizar os produtos da Klorane. Mais concretamente o Champô Fortificante que contém quinina e vitaminas B e ainda o Suplemento Alimentar Quinoral que é constituído por 2 cápsulas. Sempre gostei imenso destes produtos e sempre funcionaram na perfeição comigo. Sempre que os utilizava notava diferenças significativas e quando a queda não era tão abundante apenas utilizava o champô e também via melhorias. São, sem dúvida, produtos que aconselho.


Imagens retiradas do Google 

Porém no ano passado, na altura das frequências da faculdade comecei novamente com a queda abundante de cabelo. Deixei passar esta altura porque já era normal para mim nestas alturas de mais stress começar a sentir o cabelo mais fraco. A queda não passou, entretanto estava aí o Verão e também decidi esperar mais um tempo pois no Verão com a praia, piscina e ares condicionados o cabelo fica mais danificado. Foram-se assim passando meses, passou o Outono e quando chegámos ao Inverno ainda não estava melhor. Confesso que devia ter ido mais cedo ao médico mas foi apenas nesta altura que decidi consultar o dermatologista para que me receitasse algo mais forte. Ele analisou o meu couro cabeludo e dado o historial de queda e perante o excesso de oleosidade que o meu cabelo apresenta, na raíz obviamente, ele receitou-me dois produtos.




Em primeiro lugar uns comprimidos de seu nome Cistitone Forte, que são indicados para o combate da queda de cabelo, a fragilidade capilar e fragilidade ungueal (para as unhas). É considerado um suplemento alimentar e deve ser tomado após as refeições. Cada caixa traz 60 comprimidos e pode-se tomar entre 1 a 2 comprimidos por dia. O médico aconselhou-me a tomar 1 por dia e se achasse necessário aumentar a dose para 2 por dia. O preço, como podem ver, foi 28,60€ na minha farmácia mas já encontrei mais barato em farmácias online, se bem que não acho que seja um valor nada elevado tendo em conta que para já esta embalagem irá durar-me 2 meses. O da Klorane, pelo que me lembro, custava à volta dos 23€ e apenas dava para 1 mês. Deste produto devo fazer duas caixas, o que tudo indica um tratamento de 4 meses.





Em segundo lugar e para combater a oleosidade o médico receitou-me o Sebophane, um champô suave sebo-regulador, indicado para cabelos oleosos, pesados e frágeis. É um produto que permite espaçar as lavagens, visto que tenho alturas que lavo o cabelo de manhã e à tarde já tenho a raiz completamente oleosa. Deve ser utilizado entre 3 a 4 vezes por semana e o médico aconselhou-se a utilizar num dia este champô e no dia seguinte, na outra lavagem, lavar com um champô normal, sem ser para cabelos oleosos para não sacrificar muito o couro cabeludo. Este champô custou 15,35€ que saiu mais caro do que o da Klorane.




Se achar necessário complementar este tratamento o médico receitou-me o Hexaphane, que é um champô fortificante, para intercalar nas lavagens com o Sebophane.

Comecei o tratamento ontem, dia 21 de Fevereiro de 2014 e vamos ver a partir de quando começo a notar melhorias. Sim, porque já não aguento ver tanto cabelo caído nas minhas mãos.     :’(

Espero que tenham gostado e digam-me se alguma vez passaram por isto da queda de cabelo e o que fizeram.

Beijinhos. 


Sunday, February 16, 2014

O meu tipo de pele

Este post, no qual vos explico um pouco acerca do meu tipo de pele, é extremamente útil para futuras publicações em que falarei de produtos de maquilhagem e outro tipo de produtos que vou testando e dando a minha opinião.

Não sei se já vos aconteceu mas por vezes acontece estar a ler uma review e a minha opinião não corresponde à da autora do post. Muitas vezes nem percebo as razões apresentadas. Quando vou a ver, a explicação para tal acontecimento é os tipos de pele que são completamente distintos e que interfere e muito com a opinião de cada um. Por isso é extremamente importante sabermos o tipo de pele das pessoas que seguimos e das quais lemos as respetivas opiniões de certos produtos.


Imagem retirada do Google 

Em relação ao nosso tipo de pele é muito, mas muito, importante sabermos qual é o nosso tipo, de modo a podermos encontrar uma rotina adequada e que nos permita manter uma pele saudável e equilibrada. Existem peles que são mais fáceis de perceber qual o tipo mas outras que é mais complicado. O meu conselho, em caso de dúvida, é consultarem um dermatologista que vos possa tirar todas as dúvidas e indicar-vos produtos aconselhados. Caso tenham problemas de acne e afins, não se automediquem nem sigam a rotina daquela Blogger ou Youtuber que gostam muito pois cada caso é um caso e cada pele requer determinados produtos, que até podem funcionar com essa pessoa mas que pode surtir o efeito contrário na nossa. Outra forma mais simples e mais económica para percebermos a nossa pele é pesquisar testes simples e artigos na internet que nos fornecem quase toda a informação necessária. Deixo-vos em baixo alguns links que podem consultar:
  • http://www.sanex.pt/o-mapa-dos-diferentes-tipos-de-pele
  • http://www.tuasaude.com/tipos-de-pele/
  • http://cuidadoscomapele.org/tipos-de-pele-conheca-o-seu-tipo-de-pele
  • http://www.dermatologia.com.br/16tiposdepele/step1.php



Assim sendo, a minha pele de rosto é OLEOSA, com tendência acneica.

Apesar do que se possa pensar, uma pele oleosa requer tantos ou mais cuidados que uma pele seca ou sensível. A maior preocupação é conseguir manter a pele sequinha sem que apareçam aqueles brilhos indesejados. Para isso tendemos a utilizar produtos oil-free e matificantes. É importante o controlo na utilização deste tipo de produtos. Algo a não esquecer é não confundir uma pele oleosa com excesso de hidratação da mesma, é possível ter uma pele oleosa mas com falta de hidratação e daí a pele desidratada que resulta muitas vezes da utilização excessiva desses produtos. Outro fator que intensifica a desidratação da pele, mesmo a oleosa, é o frio. Como tal, devemos usar produtos que façam desaparecer os brilhos mas que ao mesmo tempo hidratem dentro da medida certa.

Imagem retirada do Google 

No restante do corpo tenho a pele normal, que tende a ficar um pouco ressequida com o tempo frio e quando está assim também fica mais sensível às esfoliações e depilação.

Bem, espero que tenham ficado esclarecidas. Não abordo em detalhe as características de uma pele oleosa, que é a que eu tenho mais conhecimentos, mas poderei fazer em breve um post abordando com mais pormenor o tema. Por favor tenham em atenção à informação presente neste post.

Beijinhos.


Saturday, February 8, 2014

Unhas fortes e saudáveis

Hoje trago-vos os produtos que utilizo nas minhas unhas para as manter bastante saudáveis e praticamente inquebráveis. Eu arranjo as unhas uma vez por semana, quase sempre ao domingo, para que elas me aguentem até ao outro fim-de-semana. Apesar de as arranjar todas as semanas confesso que não gosto de perder muito tempo a faze-lo.








Bem, o primeiro passo é retirar o verniz que resta da semana anterior e para isso utilizo a “Acetona com Óleo de Rícino” do Pingo Doce. Muitas vezes também uso aqueles removedores de verniz sem acetona, o meu preferido é o do Lidl, por não ser tão agressivo para as unhas e cutículas mas em alguns vernizes torna-se mais difícil de retirar por completo. Esta que eu utilizo não noto que seja muito agressiva apesar de ser uma acetona bastante concentrada. É barata e em poucos segundos retira por completo todo o verniz existente, inclusive os mais complicados.




Em seguida corto as cutículas e todas aquelas pelinhas que se criam à volta das unhas. Para tal, utilizo este alicate que é bastante forte e não é preciso grande esforço para o corte.




O seguinte passo é limar as unhas. Uso as unhas quadradas, é como mais gosto de ver e utilizo sempre este tipo de limas. Aquelas de metal fazem-me bastante impressão e parece que as unhas ficam mais quebradiças.




Depois segue-se a hidratação. Este passo é muito importante pois permite que a pele em redor das unhas não fique ressecada (neste tempo de frio a pele das mãos fica sempre mais sensível). Para além do creme de mãos, que também uso uma vez por dia, utilizo um óleo de amêndoas doces. Este que vos mostro é da marca branca do continente (My Label) e como a própria marca diz é “indicado para a hidratação de peles muito secas e sensíveis”. Visivelmente torna as unhas muito bonitas e com aquele aspeto de «unhas de catálogo».




O último passo é aplicar uma base. Nunca, nunca pinto as unhas com um verniz de cor sem utilizar primeiro uma base. Isto faz com que as unhas não fiquem manchadas nem fiquem amareladas com o tempo. As bases podem ainda ter propriedades, como as que vos mostro em baixo, que são absorvidas pelas unhas e que faz com que elas se quebrem menos. Já utilizei várias marcas, como a risqué, mas desde que descobri as bases da Andreia não quero outra coisa.  A primeira imagem é da base que utilizei em primeiro lugar e é o "Endurecedor". Como acabou ia comprar novamente mas não estava disponível pelo que comprei a "Base Fortificante" que é igualmente ótima. Acho sem dúvida que este último passo é o fator-chave para que as minhas unhas estejam assim e acreditem que nunca tinha tido as unhas tão grandes porque estavam sempre a partir-se. Estas bases custam cerca de 3,10€ e eu compro-as na Pluricosmética.






Finalmente, termino com um verniz de cor e passado uma semana repito a rotina e assim sucessivamente. É uma rotina simples mas que funciona na perfeição. Desculpem o post tão longo mas penso que ficaram bem esclarecidas.     :D





Beijinhos e até à próxima.



Wednesday, February 5, 2014

Preços inacreditáveis #2 (Saldos)

Trago neste post algumas oportunidades que consegui aproveitar nestes saldos de Inverno.

Sou daquelas pessoas que muito sinceramente podia aproveitar melhor esta época, mas depois falta a paciência para entrar em cada uma das lojas e procurar, porque é no meio daquelas confusões que conseguimos achar os melhores negócios. Outro problema são as novas coleções que nos deixam sempre tentados e depois quando olhamos novamente para as peças em saldos já não apetece ver nada. Enfim…

Começando com os artigos de maquilhagem, na Perfumes & Companhia consegui achar lá no meio de tanto produto um corretor que já andava à muito tempo para experimentar e precisamente do meu tom de pele (ligeiramente mais escuro nesta altura do ano mas nada que se note). E estou a falar do “even better concealer” no tom hazelnut. Apanhei um desconto muito bom, este produto é caro – 30,40€ – e consegui adquiri-lo por 15,20€ (50% a menos).




Já na Sephora comprei estas duas bases, que pertenciam aquela linha que foi descontinuada. Adquiri em dois tons distintos, o número 30 (Sand) e o número 26 (Peach, sendo esta mais clara e a que estou a utilizar agora). Estas bases foram 5€ cada uma.







Finalmente, também na Sephora, comprei esta máscara de pestanas, acho que também por 5€, já não tenho a certeza, na cor preta.




Já de roupa apenas comprei dois artigos. Esta camisola de malha da Zara. Tem um corte muito engraçado, ela é o M mas parece mais pequenina por ter as mangas a ¾. Paguei 12,99€. 


Finalmente, este vestido é da Bershka, não dá bem para perceber pela foto, mas é um vestido curto feito de um tecido muito fluído. O melhor ainda foi o preço, 5,99€ e era, inicialmente, 22,99€.



Bem, é tudo de comprinhas por agora. Espero que tenham gostado e não se esqueçam de ir aproveitar o que resta destes saldos. Beijinhos